MEO
ver vídeo

#NãoFiqueÀEspera

Como pode uma operadora de telecomunicações aproveitar o Dia da Mulher para abordar um tema tão difícil e na ordem do dia como a violência doméstica, de modo sério e pertinente para a marca e para os portugueses? Este foi o desafio. Partimos do facto das mulheres vítimas esperarem demasiado tempo para sair duma relação tóxica (que acaba tantas vezes em morte) para chegar ao conceito “Não fique à espera” e gravámos Waiting Rings com testemunhos de força e inspiração de ex-vítimas. Uma verdadeira chamada de atenção nacional que o país atendeu em massa e que a mim, como mulher, mãe e criativa, me tocou particularmente. Cristina Amorim, Copywriter 

Trabalhos do mesmo cliente

MEO FIBRA

O COMANDO É DO CRISTIANO